< Voltar ao blog
8 de novembro de 2019 às 2:57

Dicas para prevenir o envelhecimento precoce dos dentes : Parte II

Dando continuidade nas dicas de prevenção do envelhecimento precoce dos dentes. Vamos te passar ações que você pode realizar para prevenir o envelhecimento precoce de seus dentes.

Então, vamos a elas:

Utilizar aplicativos de dispositivos móveis ao seu favor;

Na era digital em que vivemos, existem aplicativos disponíveis que geram notificações ao longo do dia para te lembrar de desencostar os seus dentes e parar de apertá-los, sendo assim um grande aliado na prevenção do envelhecimento de seus dentes.

Utilizar protetores bucais;

Converse com seu dentista a respeito do uso de protetores bucais. Esses dispositivos podem auxiliar na proteção dos dentes contra o apertamento realizado inconscientemente durante a execução de exercícios nas academias, principalmente os de tonificação muscular.

Mantenha o seu refluxo gastroesofágico controlado;

Caso você tenha refluxo gastroesofágico ou apresente sintomas dessa doença, procure seu médico gastroenterologista e mantenha seu problema controlado. A doença do refluxo gastroesofágico favorece a degradação dental, pelo fato do ácido presente no estômago (de pH muito baixo), chegar até a boca e entrar em contato com os dentes

Reduzir hábitos negativos;

É importante que você utilize medidas para reduzir e remover hábitos considerados negativos para os seus dentes e que favorecem o envelhecimento dos mesmos, como a onicofagia (roer unhas), morder objetos como canetas, sucção digital e apertamento dental.

Visite regularmente seu dentista;

Pode parecer algo simples, mas a visita regular ao dentista é essencial. O dentista é o primeiro a reconhecer sinais do envelhecimento precoce bucal e só ele poderá esclarecer suas dúvidas e te dar informações corretas sobre o seu problema. O seu dentista poderá recomendar as estratégias de prevenção mais adequadas para o seu caso.

Siga as recomendações de seu dentista e previna o envelhecimento precoce de seus dentes. A sua colaboração e mudança de hábitos são essenciais para o combate a esse problema e para a melhoria de sua qualidade de vida. Pense nisso!

Livia Fávaro Zeola

Graduada pela Universidade Federal de Uberlândia

Especialização em Dentística Restauradora – Universidade de São Paulo, USP – Ribeirão Preto

Mestrado em Odontologia –  Universidade Federal de Uberlândia

Doutorado em Odontologia  – Universidade Federal de Uberlândia, com Estágio Sanduíche na Universidade de Washington, Seattle, Estados Unidos

 

Voltar ao início

Fique por dentro dos conteúdos mais relevantes
sobre saúde bucal.