Odontologia

As novas realidades dos consultórios odontológicos

20 de maio de 2020 ás 19:36

A Odontologia vive uma nova realidade.

A presença do novo Coronavírus faz com que as rotinas diárias da prática odontológica precisem ser modificadas. Esse vírus apresenta um alto poder de transmissibilidade, a qual é favorecida no consultório odontológico, devido ao contato extremamente próximo entre cirurgiões-dentistas e pacientes, pela exposição frequente a saliva, sangue, aerossóis e gotículas.

Nesse contexto é essencial que algumas condutas sejam alteradas, com o objetivo de reduzir o potencial de contaminação na prática clínica diária. É importante destacar que o ideal é considerar que todas as pessoas estão possivelmente infectadas, mesmo estando assintomáticas e que podem transmitir o vírus.

Assim, algumas dicas práticas podem ser seguidas para iniciar o processo de adaptação do ambiente odontológico para atendimentos nesse período:

1- Evitar aglomerações na sala de espera – marcar os atendimentos por telefone com horários agendados e aumentar os intervalos entre pacientes;

2- Fazer a higienização completa do consultório e equipamentos entre os atendimentos com as substâncias recomendadas;

3- Orientar o paciente sobre o uso da máscara de proteção e uso de álcool em gel 70% e protetores para os pés (propés) ao chegar e sair do consultório;

4- Evitar tocar os olhos e nariz durante o período de atendimento;

5- Fazer higiene das mãos por 20 segundos com água e sabão antes e depois do contato com qualquer pessoa ou após tocar em superfícies;

6- Lavar o rosto com água e sabão por 20 segundos após a higiene das mãos e antes do atendimento odontológico;

7- Minimizar a produção de aerossol utilizando sucção constante, isolamento absoluto quando possível e evitando o uso de jato ar/água com a seringa tríplice;

8- Instalar tapete desinfetante bactericida na porta de entrada da clínica;

9- Usar todo o equipamento de proteção individual recomendado jaleco/avental impermeável, gorro, luvas, máscara do tipo N95, máscara cirúrgica, óculos de proteção, protetores faciais (face shields);

10- Cobrir o nariz e a boca com cotovelo flexionado ou lenço de papel ao tossir ou espirrar

Assim, é preciso que você esteja informado e adapte suas rotinas no consultório odontológico. O objetivo é garantir sua proteção, de toda sua equipe e de seus pacientes e manter a saúde bucal das pessoas de maneira segura.

Fonte e adaptação: http://coronavirus.cfo.org.br/

Colaboração: Dra. Livia Fávaro Zeola

Graduada pela Universidade Federal de Uberlândia.
Especialista em Dentística Restauradora – Universidade de São Paulo, USP – Ribeirão Preto.
Mestre em Odontologia – Universidade Federal de Uberlândia
Doutora em Odontologia – Universidade Federal de Uberlândia, com Estágio Sanduíche na Universidade de Washington, Seattle, Estados Unidos