As principais fontes de ácidos que favorecem a corrosão dental

3 de março de 2020 ás 0:38

A corrosão dental é caracterizada pelo processo de degradação química, bioquímica e eletroquímica das estruturas dentais em organismos vivos.

Ela ocorre devido ao contato frequente e prolongado dos dentes com ácidos de diferentes origens, conforme imagem abaixo, através de reações químicas complexas. A ação do ácido será mais lenta ou mais agressiva, de acordo com suas características e da estrutura dental (esmalte ou dentina) com a qual está em contato. Esse processo irá favorecer a exposição dos túbulos dentinários na cavidade oral e aumentará o risco de desenvolvimento da HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA.

Assim, a dica é fazer uma anamnese detalhada com seu paciente, em busca de identificar as fontes de ácidos aos quais ele está exposto e controlá-los. Controle dos fatores de risco = sucesso no tratamento.

Colaboração: Dra. Livia Fávaro Zeola
Graduada pela Universidade Federal de Uberlândia.
Especialista em Dentística Restauradora – Universidade de São Paulo, USP – Ribeirão Preto.
Mestre em Odontologia – Universidade Federal de Uberlândia
Doutora em Odontologia – Universidade Federal de Uberlândia, com Estágio Sanduíche na Universidade de Washington, Seattle, Estados Unidos