< Voltar ao blog
22 de fevereiro de 2019 às 8:45

Clareamento clínico: como selecionar alternativas seguras e viáveis.

Quando pensamos numa boca saudável, logo imaginamos um sorriso bonito com dentes brancos e alinhados, não é mesmo? Esse desejo faz com que muitas pessoas procurem como solução o clareamento dental, um procedimento muito realizado pelos cirurgiões-dentistas.

O estilo de vida contemporâneo traz uma dieta carregada de produtos corantes e ácidos. Mesmo alimentos consideráveis saudáveis como café, sucos cítricos, vinhos, tomate, dentre outros, são capazes de manchar os dentes e remover a estrutura mineral ocasionando à erosão ácida. Mas diante de tantos alimentos “perigosos”, como fazer para manter os dentes claros por mais tempo?

Os produtos profissionais para clareamento dental são à base de peróxidos de hidrogênio e derivados que atuam na estrutura interna dos dentes. Após cuidadosa avaliação, podem ser utilizadas diferentes formulações com concentrações de acordo com a técnica selecionada para o caso. Sendo que o tratamento pode ser realizado no consultório pelo profissional ou em casa sob supervisão e acompanhamento do dentista.

Mas afinal, como funciona o processo do clareamento?

Bom, os géis utilizados liberam oxigênio que quebram os pigmentos em forma de cadeias duplas no interior do esmalte e dentina tornando-as cadeias simples. Porém, no dia-a-dia estamos expostos a muitos alimentos ácidos e corantes, que podem diminuir a longevidade dos resultados. Por isso, produtos de uso diário que ajudem nessa manutenção são muito bem-vindos!

Diversas formulações em forma de géis dentais e enxaguantes comprados em farmácias ou mesmo por sites, prometem clarear os dentes sem atuação de um profissional. Existem dois mecanismos de ação mais comuns. O primeiro remove manchas superficiais por meio de partículas mais abrasivas que os géis dentais comuns. Desta forma os dentes ficam mais limpos e aparentam mais claros. Porém essa abrasividade desgasta muito os dentes, podendo causar sensibilidade, e dessa maneira eles não podem ser de uso diário.

Dentre os que estão ganhando grande popularidade, estão os contendo carvão ativado. No entanto, muitas dessas formulações são caseiras e não oferecem segurança para utilização, podendo ser tóxicas e abrasivas. Por isso, é importante ficar atento na hora de selecionar o produto adequado!

Por que carvão ativado?

 O carvão ativado não é um carvão comum! Sim, trate-se de um material com uma porosidade bem desenvolvida, com capacidade de coletar seletivamente gases, líquidos ou impurezas no interior dos seus poros. Apresentando, portanto, um excelente poder de clarificação, remoção de odores e purificação. 

O principal mecanismo de ação do carvão ativado vem através do tempo de contato do mesmo com a mucosa e dentes, fazendo com que ele adsorva compostos orgânicos.

Bianco Carbon: opção ideal para seu tratamento.

BIANCO CARBON auxilia na manutenção do clareamento dos dentes. SUA AÇÃO NÃO SE DÁ POR MEIO DE ABRASIVIDADE, o que permite que ele seja um produto de uso diário. Auxiliando na remoção das manchas de origens extrínsecas (café, vinho, fumo, etc).

O produto é enriquecido com Xilitol e Lactato de Zinco, que em conjunto com o TCP (tricálcio fosfato), uma formulação inovadora presente na linha Bianco, se torna um importante agente na prevenção das cáries, placa bacteriana, cálculos e auxilia na remineralização do esmalte dentário. O esmalte dental é uma estrutura translúcida responsável pela proteção da dentina, estrutura interna que dá cor ao dente. Qualquer procedimento que recupere ou proteja a perda de estrutura dental, contribuirá para manutenção do branco dos dentes.

Consulte sempre um profissional para cuidar da sua saúde bucal e realizar o tratamento de clareamento com técnicas e produtos adequados. Desconfie de fórmulas milagrosas muitas vezes divulgadas por celebridades, e para manutenção do clareamento use BIANCO CARBON. Ele promove a remoção de manchas externas e também protege contra os danos causados pela erosão ácida.

A linha Bianco está sempre apoiando os profissionais e ajudando a manter sua saúde bucal e autoestima.

Colaboração: Dra. Cristina Resende

Graduada em Odontologia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Especialista, Mestre e Doutora em Dentística pela Universidade de Campinas (UNICAMP). Professora em cursos de pós-graduação e atuante em consultório particular há 16 anos.

Voltar ao início