Fio Dental

Antes ou depois? Saiba quando usar o fio dental

22 de abril de 2020 ás 15:40

O fio dental deve ser seu grande aliado para uma higiene bucal eficiente. Infelizmente, o uso dele é na maioria das vezes pouco frequente ou totalmente esquecido. É preciso lembrar que só o fio dental é capaz de alcançar locais onde a escova dental não chega, o que o torna essencial para a limpeza completa da boca. Dessa forma, o seu emprego ajudará na remoção da placa bacteriana que se forma entre os dentes, evitando assim o aparecimento de cáries nessa região e inflamação gengival. Além disso, ele ajuda na prevenção do mau hálito, uma vez que pode impedir que bactérias se formem nesses lugares difíceis de alcançar.

Uma boa limpeza dos dentes não pode ser feita apenas com a escova. Os enxaguantes e o fio dental são aliados essenciais, cada qual com a sua função. Porém, pesquisas feitas pelo Datafolha mostram que apenas 57% dos brasileiros utilizam o fio.

A utilização do fio dental, por ser um processo que exige mais tempo, acaba sendo esquecida por muitas pessoas, sem perceber as consequências que isso pode causar, como as cáries – que são geradas pela junção de restos de alimentos e bactérias existentes na boca. O Ministério da Saúde aponta que 53% das crianças já tiveram cárie aos 5 anos de idade. Muita coisa, não é? E parte desse número poderia ser evitada com o uso correto do fio dental.

Outro benefício do fio dental é reduzir a inflamação na gengiva, chamada de gengivite. Pesquisas, através de experimentos, mostram que pessoas que utilizam o fio dental regularmente possuem menos sangramento na gengiva do que quem apenas utiliza a escova de dente.

Em relação ao momento ideal para passar o fio dental, antes ou depois da escovação o mais importante é UTILIZAR o fio dental. No entanto, é mais recomendável usá-lo ANTES da escovação. Primeiramente, isso garante que você não se esqueça de utilizá-lo e assegura a eficiência da higiene bucal. Além disso, todos os restos de alimentos removidos e deslocados pelo fio dental, em seguida, serão totalmente eliminados com o uso da escova dental.

Para utilizar o fio dental corretamente, você deve colocá-lo na base de cada um dos dentes, no sentido da curva da linha da gengiva e fazer movimentos de sobe e desce entre eles. Um cuidado especial é não colocar muita força nesse processo, para que não machuque a gengiva ou cause sangramentos. O jeito certo de passar e a paciência para limpar cada cantinho é mais importante do que a força.

Existem diversos tipos de fio dental e maneiras corretas de usá-los. O seu dentista é quem poderá definir o mais recomendado a você e lhe passará as instruções necessárias para o uso adequado. O uso do fio dental é um hábito que você precisa incluir em sua rotina diária de higiene bucal.

Agora que você já entendeu a importância que tem o fio dental, sabia que existem vários modelos? Todos eles são eficazes e necessários, nenhum menos ou mais eficiente, porém, cada um atende uma necessidade específica.

Nós te ajudamos a escolher o melhor para o seu caso:

Fio dental com haste:

Este modelo se trata de um objeto de plástico com um pedaço de fio, segurado por uma das pontas com formato curvado. A outra ponta fica encarregada de um palitinho de plástico, um substituto dos de madeira, utilizados para retirar pedaços de alimentos que ficaram presos entre os dentes. Assim, o fio dental com haste possui o poder de limpar de forma bastante eficaz.

Passa fio:

É um acessório de plástico bem fininho, como uma agulha. Ele auxilia os pacientes que possuem aparelho, pois ajuda a passar o fio dental entre os dentes e o aparelho. É bem fácil de usar, você apenas precisa amarrar o fio dental na entrada do objeto.

Fita dental:

Esse modelo possui apenas um filamento e é mais largo. A fita é tão eficiente quanto o fio dental, porém não é indicada para aqueles que possuem bastante espaço entre os dentes, por ser menos flexível.

Fio de multifilamento:

Esse tipo, também conhecido como fio de nylon, possui vários filamentos e é indicado para pessoas que possuem os dentes muito juntos. Ele é mais flexível e se adapta à volta do dente, apenas precisa ser passado com cuidado para não desfiar durante a limpeza.

Com e sem cera:

O fio dental com textura encerada facilita a passagem entre os dentes, dando uma sensação de maior suavidade. Ele é uma boa pedida caso a sensação do fio dental sem cera te incomode. Além do fio, é fundamental escolher uma escova que seja correta para você e, de preferência, bem macia, para que, também, não machuque a gengiva. Para manter os dentes e toda a boca sempre saudáveis visite seu dentista regularmente e faça, diariamente, a higienização adequada, com os produtos corretos e fio dental.

Colaboração: Dra. Livia Fávaro Zeola

Graduada pela Universidade Federal de Uberlândia.
Especialista em Dentística Restauradora – Universidade de São Paulo, USP – Ribeirão Preto.
Mestre em Odontologia – Universidade Federal de Uberlândia.
Doutora em Odontologia – Universidade Federal de Uberlândia, com Estágio Sanduíche na Universidade de Washington, Seattle, Estados Unidos.

 

Você também pode se interessar por: